Toda startup precisa de um bom pitch. E um bom pitch é o resultado de um trabalho de edição de informação. Você poderia falar duas horas sobre sua startup, mas vai precisar de planejamento para definir como usar os minutos preciosos de um pitch. Como manter a atenção do público, apresentar os dados mais relevantes, explicar com claridade o quem, como e porquê da sua ideia? Confira o artigo de Elena Crescia.

SONY DSC

1- Para começar, deixe o laptop fechado e planeje o roteiro de sua fala no papel.

2- Conte a história começando pelo problema. Depois falar da solução, do que você faz, como e com quem.

3- Tem algumas ferramentas que facilitam a construção do pitch, são slides padrão para ter prontos com informações sobre sua empresa. Você pode achar vários exemplos com uma simples procura no Google de “pitch deck”. Use com cautela e senso comum. Veja o que faz sentido incluir na sua apresentação.

4- Pense numa boa frase final. Qual é a frase de efeito para acabar o pitch e deixar todos com vontade de ajudar a fazer sua empresa decolar?

5- Depois de definir o roteiro, veja se precisa de suporte gráfico para mostrar o que está falando, para guiar a sua fala e deixar as ideias na ordem planejada. Use imagens e poucas palavras. Nada de tabelas complexas. Uma imagem para cada ideia.

6- Ensaie em voz alta várias vezes, pode usar o celular ou tablet para se gravar. Na hora de ouvir, veja onde você travou, onde falou demais, o que ainda deve editar, onde perdeu o rumo.

7- Chame uns amigos e ensaie com uma pequena audiência. Pergunte se eles entenderam o que você faz.

8- Ensaie várias vezes.  Quantas mais vezes você consiga ensaiar, seja sozinho ou com público, mais você vai estar tranquilo e natural, e mais você vai curtir na hora de apresentar para desconhecidos. Foque nas diferentes coisas que precisa levar em conta, como por exemplo olhar para o público, tirar as mãos dos bolsos, ficar no lugar, sem muita caminhada ou movimentos desnecessários.

9- Você precisa ter um plano de negócios concreto e conhecer os dados do seu mercado, dos competidores e clientes potenciais. Não vai falar de tudo isso no pitch, mas estará preparado para responder as perguntas que possam ser feitas logo depois da apresentação.

10- Chegou a hora de apresentar? Fique tranquilo. A informação está dentro de você. Não tem certo ou errado. Seja autêntico, olhe para as pessoas, sorria.

Este pode não ser o melhor pitch da sua vida, mas a única maneira de chegar ao melhor, e com várias tentativas e erros no caminho. Comece agora e um dia chega lá ;)

Boa caminhada!

Elena Crescia é fundadora da Portfolia – women in social business e organizadora de eventos TEDx. Já ofereceu coaching para mais de 100 palestrantes de eventos TEDx no Brasil. Ela trabalhou para a aceleradora de negócios sociais do Banco de Liechtenstein LGT VP.