The Big Bang Theory, Season Three

Desde 2011, quando comecei a me envolver mais fortemente com empreendedorismo e com o fantástico mundo de startups no Brasil, ouço sistematicamente alguém falando que “o negócio é facilmente escalonável” (sic).

Preciso confessar que me causa um certo arrepio sempre que ouço o termo sendo empregado nesse contexto.

Como boa e (nem tão) velha engenheira, escalonar para mim tem a ver com álgebra linear e escala log-log.

Segundo o dicionário, que não fez engenharia, e portanto tem uma sugestão mais imparcial e menos nerd, escalonar significa organizar, distribuir obedecendo uma sequência lógica ou compatível.

Por que raios a relação com o mundo de investimento e startups?

E a verdade é que não há relação alguma, mas sim uma grande confusão com a tradução do termo em inglês “scalable”.

A palavra certa é escalável conceito que vem de produção de escala, onde se produz repetidamente algo em grande quantidade e com ganho de produtividade.

Quando empregado no contexto de startups, o termo se refere a modelos de negócios que podem ser replicados sem demandar recursos na mesma proporção do seu crescimento, ou seja, que permitem atender um maior número de pessoas ou produzir um alto volume de produtos sem necessariamente alterar a sua estrutura inicial.

Em suma, a escalabilidade está diretamente relacionada à capacidade do negócio em atender um número crescente de clientes, sem aumentar seus custos.

E então, você tem uma empresa b2b fenomenal com modelo de negócios escalável? Vamos conversar!